skip to Main Content

Condropatia ou Condromalácia patelar

O que é condropatia ou condromalácia patelar?

Condropatia patelar é a lesão da cartilagem da patela. É uma lesão muito comum.

A condropatia pode estar relacionada a dor, inchaço e sensação de crepitação (barulho de atrito) do joelho. Porém, isso não ocorre em todos os casos. Muitas pessoas têm condropatia sem nenhuma dor, e muitas pessoas têm dor sem nenhuma condropatia. (clique aqui para saber mais sobre dor patelofemoral)

Qual a causa da condropatia patelar?

A sobrecarga mecânica na articulação patelofemoral, ao longo do tempo, pode causar defeitos na cartilagem. O processo começa com um amolecimento da cartilagem, seguido de fissuras, podendo formar erosões.

Fatores que podem gerar sobrecarga do joelho são:

  • Fortalecimento inadequado da musculatura dos membros inferiores, quadris e tronco
  • Formato de joelho predisponente (joelho valgo, patela alta, tróclea femoral rasa).
  • Lesões internas do joelho (como a condropatia patelar ou tendinite patelar)
  • Padrões de movimento prejudiciais (como o valgo dinâmico, tendência de jogar o joelho para dentro)
  • Intensidade de atividades acima da capacidade do joelho.
  • Aumento rápido da intensidade de atividades físicas
  • Sobrepeso

Como se faz o diagnóstico da condropatia patelar?

A ressonância magnética é o principal exame utilizado para a avaliação das lesões de cartilagem atualmente. É importante para a avaliação do tamanho e profundidade da lesão.

Além da ressonância, radiografias podem ser utilizadas para avaliar o alinhamento e formato do joelho

Imagem de ressonância magnética mostrando condropatia patelar intensa

Como é o tratamento da condropatia patelar?

A parte mais importante do tratamento é a reabilitação para evitar sobrecarga da articulação.  Isso inclui: fortalecimento e ativação da musculatura de membros inferiores, quadril e tronco; alongamento; correção de padrões de movimento inadequados do joelho; readequação de atividades que possam estar causando sobrecarga.

Controle de peso é benéfico para aqueles pacientes acima do peso ideal.

Para alívio dos sintomas e da inflamação nos casos mais intensos, podem ser utilizadas medicações por boca.  Em casos intensos ou refratários, podem ser consideradas medicações injetadas dentro do joelho (saiba mais sobre infiltração do joelho – clique aqui).

Tratamentos cirúrgicos para lesões da cartilagem da patela são exceção. Apenas em casos de falha do tratamento não cirúrgico, em lesões grandes, com sintomas importantes, principalmente se sintomas mecânicos como travamento, e em casos de lesões associadas que também necessitem de cirurgia, como instabilidade patelar recidivante ou lesões ligamentares.

Lesões grandes têm maior tendência de progressão sem tratamento. O tipo de técnica cirúrgica utilizado depende do tamanho e localização da lesão, sendo que entre as opções estão o desbridamento simples (condroplastia) ou técnicas mais complexas como o uso de membranas para regeneração da cartilagem. Saiba mais sobre tratamento de lesões de cartilagem, clique aqui.

Back To Top