skip to Main Content

Tendinite patelar

O que é tendinite patelar?

A tendinite patelar também é conhecida como joelho do saltador. É uma lesão de sobrecarga do tendão que liga a patela (rótula) ao osso da canela (tíbia), e transmite a força da musculatura da coxa para a extensão do joelho.

Tendinite patelar é uma das lesões diferenciais da dor patelofemoral (para saber mais, clique aqui)

Essa lesão é mais comum em praticantes de atividade física. Dentre os fatores que causam a sobrecarga, estão a predisposição genética, atividades com impacto intenso, salto, ou força com joelho em flexão, e ausência de fortalecimento muscular adequado, incluindo coxa, quadril, abdome e tronco.

Quais os sintomas da tendinite patelar?

O principal sintoma é dor na parte mais baixa do osso da patela no próprio tendão, que pode ser durante ou após atividade intensa inicialmente, mas que pode progredir para dor com pequenas atividades do dia-a-dia.

Como é o diagnóstico da tendinite patelar?

O diagnóstico pode ser feito por avaliação médica e exame clínico, e confirmado por exames complementares. É importante também a avaliação de fatores predisponentes, como alterações na anatomia do joelho ou na biomecânica dos movimentos esportivos, principalmente em casos de difícil melhora.

Qual o tratamento da tendinite patelar?

O tratamento inicial envolve repouso relativo, com afastamento temporário ou diminuição das atividades desencadeantes, e reabilitação com exercícios de força excêntricos e alongamentos. Esse tratamento é eficaz na maior parte dos casos.

Em um pequeno número de pacientes em que haja falha do tratamento com reabilitação, há opções como injeções de medicações, terapia de ondas de choque, ou tratamento com cirurgia. Porém, mesmo em casos de falha do tratamento inicial, uma nova tentativa de reabilitação mais intensa pode ter boa resposta.

Imagem de ressonância magnética mostrando tendinite patelar. Há inflamação, espessamento e área de ruptura parcial do tendão patelar.
Back To Top